quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Champions League: Shaktar Donestk 2-0 SC Braga

Era o dia em que se pedia aos Gverreiros para suarem ainda mais as camisolas, pois era preciso que os jogadores fizessem algo de brilhante em Donestk. Era preciso ganhar por 4 golos de diferença ao Shaktar ou esperar que o Arsenal não ganhasse ao Partizan e ganhar, nem que fosse por 1, ao Shaktar.

A missão parecia impossivel, mas o Braga entrou forte, pressionando o Shaktar e estando muito bem defensivamente. Com o passar do tempo o Shaktar foi tomando conta do jogo, mas sem criar muitas oportunidades de perigo. O Braga no capitulo defensivo esteve bem e o jogo foi até ao intervalo com o nulo justo. No outro jogo o Arsenal ganhava por 1-0 e o Braga tinha que marcar 4 golos na segunda parte.

Apareceram os Gverreiros com vontade de fazer história, mas apesar de jogar no meio-campo ucraniano, as oportunidades não apareciam. A vontade dos Gverreiros ficou mais forte quando o Partizan empatou em Inglaterra. O sonho tomava forma, o Braga só precisava de ganhar o jogo para se qualificar. Mas apesar da vontade ser muita, faltava algo mais para o Braga marcar o golo e ia sendo o Shaktar que criava perigo.

O sonho durou 20 minutos, altura em que o Braga sofre um golo e o Arsenal marca o 2º. O sonho estava agora mais longe, pois o Braga tinha que marcar 5 golos. Não marcou e sofreu o 2º.

Acabava aqui a aventura bracarense na liga milionária, num jogo fraco, onde o Braga controlou o Shaktar.

A aventura terminava, mas o orgulho por esta equipa é cada vez maior. Esta é a ultima vez que escrevo sobre o Braga na Champions, mas despeço-me com muito orgulho. Olho para trás e relembro o trajecto desta equipa, um sonho que começou hà muito tempo, quando Salvador pegou num clube e muitos diziam que a Champions era uma utopia. A estreia começou frente ao Celtic, depois veio a noite mágica de Sevilha, as duras derrotas com que muitos fizeram o funeral ao Braga, a brilhante noite frente ao Arsenal. Se me dissessem que eliminariamos o Celtic e Sevilha, marcando 4 em Sevilha, ganhariamos ao Arsenal e lutariamos até ao fim pela qualificação, eu diria que era um sonho. Hoje foi uma realidade.

Olho para trás, relembro o hino da Champions a ecoar no Estádio AXA, o Braga que foi e vai ser falado por todo o mundo, e só tenho uma coisa a dizer:

OBRIGADO GVERREIROS.

1 comentário:

tiago SCP disse...

Parabens!
Siga agora na liga europa...
FINAL
Sporting x Sp.Braga

Cumprimentos